28.8.09

Planos.

Às vezes eu me pego aqui, esperando você mais uma vez, como eram todos os dias da semana. Esperando saber sobre o seu dia, sobre o quanto você comeu, o quanto engordou, e o quanto ouviu certa música. Querendo saber da sua aula, querendo fazer um telefonema.
Sempre que eu acordo, vejo primeiramente a sua imagem, e muitos dias me vejo sorrindo por lembrar de qualquer besteira que você disse.
Me odeio sonhando com você todas as noites, noites que antes nem sonho eu tinha. Me detesto pensando em tudo que eu poderia fazer de diferente pra ti ver o quanto eu te amo.
Aqui, eu comigo, vendo um ano passar daquele certo lugar, de uma certa avenida, uma certa lágrima que não quer cessar.

Pode me abraçar apenas por um minuto? Posso ouvir a sua voz? Você pode me ouvir?

2 comentários:

30 e poucos anos. disse...

Um amor não correspondido pode acabar com o seu EU...com a sua individualidade e com os planos de futuro.
Saiba que a evolução tem que continuar e a coragem é parte integrante deste processo

Thay Moony disse...

esse texto descreve o momento que estou vivendo... me sinto bem assim /: