24.8.09

Obscurecida.

Perdida nesse universo, me sinto diferente, de tudo e todos. Tudo se vai, tudo me atrai, mas nada me satisfaz. Preciso de algo mais, mas não sei o que falta. Sinto que algo está perdido em mim, e precisa ser encontrado. Ou nunca essa vontade de ter 'algo mais' irá ser saciada. Queria viajar, queria te encontrar, queria poder sentir, que sempre estará tudo bem.

6 comentários:

Tatah disse...

Feche os olhos, antes coloque uma boa música pra tocar, dessas bem relaxantes. Você vai ver como seu estado de espírito vai melhorar. Você vai se sentir feliz. Depois disso, reflita. Juro que funciona!

Ju Fernandes disse...

é tão ruim se sentir assim, né? Sei bem como é.Vivo sempre, literalmente, isso. E na grande maioria das vezes o que me alivia, é isso que você fez, escrever o que eestá sentindo. Uma vez eu li uma história que tinha uma frase que dizia assim: " Escreve sobre essa dor, que eu te livro dela."Depois que a li, sempre que estou triste ou incomodada escrevo na esperança de me livrar dela.

Beijinhos

Pobre esponja disse...

Isso aí gatinha, nunca pare de escrever e estudar: quanto mais dominar a ferramenta mas ousará nos escritos.

bjs
Pobre esponja

-'Bianchini ~ • disse...

O MELHOOR TEXTO POSTADO AQUII!

Obscurecida.

Perdida nesse universo, me sinto diferente, de tudo e todos. Tudo se vai, tudo me atrai, mas nada me satisfaz. Preciso de algo mais, mas não sei o que falta. Sinto que algo está perdido em mim, e precisa ser encontrado. Ou nunca essa vontade de ter 'algo mais' irá ser saciada. Queria viajar, queria te encontrar, queria poder sentir, que sempre estará tudo bem.




VC DOMINA BEM AS LETRAS !
PARABÉNS! ♥

Léo disse...

Aff entrei na depre só por causa desse post ;´)
A vida é dureza...

?! disse...

São confissões, sim. Mas vejo beleza, é como poesia.
Perdida, eu me encontro em seus desabafos. É como se transmitissem tudo o que sinto, mas que nem sempre consigo descrever. É triste, é bonito, é diferente, é confortante.
Confortante pois sei que alguém sabe como me sinto, sei que ao menos uma pessoa me entenderia se eu desabafasse.
Mesmo não sendo quem eu queria, pelo menos não me sinto tão só.

Parabéns pelas palavras, você sim, sabe como usá-las.