26.8.09

era uma vez...

uma menina, que não era muito feliz. Tudo e todos tiravam sarro da cara dela, porque ela era meio estranha, 'diferente'. Com cabelos cacheados, ás vezes volumosos, Olhos bem castanhos e algumas sardas. Ela era a patinho feio da turma e de todo lugar aonde ia. Ela chorava, não gostava de como os outros a tratavam, chegava da escola e chorava, chorava, e se perguntava se algum dia toda essa gozação iria acabar. Ela nao sabia quem era amigo dela, e não tinha nem como saber, acreditava que não tinha. Mas ela naõ podia dizer que não tinha amigos, seria estranho. Ela resolveu mudar, percebeu que os olhos dela começaram a pegar um tom de verde. e que o cabelo dela melhorava. As sardas sumiam a cada dia, e sua auto-estima já nao estava mais uma migalha. Passou a ouvir musicas 'podres', pelos menos é o que os supostos amigos dela dizem. E passou a se cuidar mais. cada dia seu estilo melhora, cada dia é uma maquiagem diferente. E por incrivel que pareça ela passou a se sentir um pouco bonita. Mesmo com tantas decepções a cada dia, mais amigos falsos a cada dia, e amores mal resolvidos a cada dia. Ela sabe que tudo que acontece na vida dela, passará. E que nao importa o que os outros dizem dela, ela sabe que é diferente, ela sabe o quanto é uma pessoa boa. Ela sabe que tem defeitos demais, mas procura melhorar a cada dia.
E por incrivel que pareça, não importa se ela pensa como criança, se ouve musicas podres, é estranha, se tem cabelos volumosos ou não. Porque no final quando a conhecerem verão o quanto ela é bonita, mesmo que não por fora. E também sentirão na pele, o que é conhecer uma pessoa que sorri a todo momento, mesmo que a todo momento só tenha motivos pra chorar. por incrível que pareça ELA sou EU, Letícia Nogara .

2 comentários:

FRED disse...

muito bom seu texto. ignore o que os outros dizem, pq vc tem muito potencial. gostei do seu blog.

vi la no orkut, te add nos meus favoritos.
vai la no meu http://fredericoformiga.blogspot.com/

Anna Carla disse...

Você é uma das melhores personalidades que eu já "conheci". Aliás, esqueça as aspas. Ler seus textos me faz te conhecer muito mais do que te ver. Me identifiquei com algumas coisas desse texto. E por sinal, amei suas fotos que vi pelo blog.