26.5.11

Sobrevivo.


Sobrevivo com vontade de viver. Vivo com sede de voar. Vôo com medo de cair. Caio sem ter onde me apoiar. Me apoio sob o vento sem destino. Sem destino ando a vagar. Vago sem pensar no amanhã.


Tarde demais, o amanhã já chegou.

9 comentários:

Grasi disse...

Sempre o tempo nos pregando uma peça... o amanhã sempre chegando cedo demais!
Bjão e uma noite de quinta super iluminada:)

Vanessa Thomaz disse...

Legall o textoo .

Tratamento. disse...

muito show , http://amandabaracho.blogspot.com/

Sabrina disse...

Gosto do que você escrite... sinto algo tão bom ao ler. :)

Marcela disse...

Lindo!

Ana.K disse...

É Letícia, estamos no mesmo ar, voando por aí, e o amanhã, já é aqui.

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Eu que pensava que o amanhã nunca chegaria, mas apenas o hoje.

Abraços Imundos!

ana costa disse...

incertezas, inseguranças, solidão...
quantos e nós vivemos esses dilemas...
muito bom. Gostei

Bianka disse...

Que bonito.