8.5.11

De surpresa.


Sorriso nos lábios. Lágrimas no olhar. Clareza na voz. Coração partido, coração pulsando. Olhar fixo. Mais uma vítima de amor.

4 comentários:

aline disse...

e quem nunca se sentiu assim? essa vítima do amor...

ana costa disse...

Estas leituras fazem-nos sempre soltar um suspiro:
de saudade por algo que já tivemos, de pena por não se conhecer a sensação ou de alegria porque se está vivendo em pleno.

Marcus Natir disse...

Esses jeito de escrever, de mostrar como todos nós nos sentimos...

deia.s disse...

O mundo está cheio de vítimas assim.