31.7.10

Sinto pena de você.

Eu sinto pena de você, pessoa que não consegue viver sozinha, que vive de mentiras, que acha que fazendo certas coisas vai se sentir menos incompleta, mas não, só vai se sentir mais sozinha e vazia.
Sinto pena de você, sinto pena por acreditar em momentos que já tiveram fim, e mesmo assim, insiste em acreditar que tudo vai continuar bem, tudo legal, tudo ótimo. Acabou.
Eu sinto pena de você, que acha que deve sentir pena dos outros, que foge dos seus problemas, que engana a si mesma, que cria sentimentos pra que as pessoas se prendam a você, que se faz de vítima quando não aguenta suportar uma verdade, que acha que não conhece ninguém e ninguém merece sua confiança, mas não, você não conhece nem a si mesma, e não, nem confia em si mesma.
Sinto pena de você, que ás vezes sorria para esconder uma lágrima e chora para esconder uma aparente felicidade. Você sempre percebe o quão insensata é essa atitude, mas por pena de si mesma insiste em agir com tamanha insegurança.
Eu sinto pena de você que pensa que as pessoas te amam demais e você as magoa pra se achar um fardo, pensa que você que ama, mas não, você não ama nem a si mesma. Você que precisa de tanto esforço pra conseguir sorrir.
Sinto pena por olhar com olhos tão inocentes para as coisas mais inimagináveis do mundo e mesmo assim desacreditar da sua própria vida.
Que inconsequente, que mutável, que imatura!
Sinto pena de você, por amar com tanta intensidade, por se machucar tanto com coisas que nem deviam fazer lágrimas jorarem do seu rosto. Eu sei o quanto você é triste. Não me pergunte como, mas seus olhos, eles nem brilham mais.
Um dia você vai se olhar no espelho e ver que o amor é que faz a vida, e que sua vida é uma mentira. Sinta pena de si mesma.

15 comentários:

Pedro disse...

Quanta revolta, não?
Essa sofredora retratada no texto não seria você, seria?
Bom, essas pessoas precisam de ajuda, acredite, eu já fui assim.

Gaaby disse...

adooorei o blog! voce escreve muito bem! to seguindo... da uma olhada no meu blog? http://sheisthegirloftheblog.blogspot.com/

stephanie disse...

nossa intrigante, gostei muito do tema e da estrutura e forma como ele foi desenvolvido!
parabens!

Guilherme Augusto Codignolle Souza disse...

É essa a revolta pela qual passei quando percebi a realidade e decidi muda la.
Mas nunca nada me lembrou tão bem daquela indignação como as suas palavras... o.O
Acabei escrevendo a respeito: http://codignolle.blogspot.com/2010/07/mentira-no-espelho.html
Link para home do meu blog: http://codignolle.blogspot.com/

Texto com presença. Muito bom.

Nathalia disse...

é impressionante como tudo que você escreveu nesse texto tem a ver comigo. parabéns pelo blog! todos os seus posts são perfeitos :D

Winny Trindade disse...

Ah, gostei muito daqui. Obrigada pela visita.
Também te sigo.

Abraço meu.

Camila. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Camilla Lourenço disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Camilla Lourenço disse...

gostei daqui viu...
voltarei mais vezes

Beijos ;)

yara disse...

Adorei o blog, é muito lindo
E gostei muito do texto, é bem intenso :)

Maria Fernanda Probst disse...

Disse do brilho nos olhos e do amor em um texto também.

Viver de mentiras dói!

beijo

Ana disse...

Muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito foda!

Camila. disse...

Não sei o que falar, adorei o texto e o blog também, tudo LINDO *-*

milinha ♥ disse...

Conheço pessoas assim, é realmente triste, mas sempre é tempo de mudar :)
Adorei seu blog, você escreve muito!
seguindo :]

Parcy disse...

lindo *-* perfeito (tenso) mais perfeito