22.1.10

esse amor é como o vento, não posso ver, mas posso sentir.

Eu sempre vou me lembrar, durou para sempre, mas terminou muito cedo. Eu pensava que estava sozinha, mas te via ao meu lado, contemplando o céu, mesmo que ele estava cinza e escuro. Por todo lado eu ando, mas ninguém nunca irá me encontrar como você me encontrou. Encontrou meus sentimentos mesmo que mais fundos, você estava sempre no meu olhar, até nos momentos em que derramei lágrimas. Você parecia sempre tão legal e ingênuo. Mas sabia que eu nunca tive essa certeza?!' Foi logo nos envolvemos, e passamos a contemplar tudo juntos, mesmo que tudo estivesse a mesma loucura e mesmo que o céu estivesse cinza e escuro como na maioria das vezes. Eu me encontrei em seu olhar, você não pode olhar para os lados, você não vai me encontrar e muito menos se encontrar, olhe nos meus olhos. Verá o reflexo que você me fez sentir, no amor. Mesmo nos momentos em que nos vimos chorar. Eu sempre me lembrarei e ainda me lembro, era tarde, o céu estava escuro, mas você estava ao meu lado.

4 comentários:

Mariane disse...

Ameii...
Texto FERA!
Parabéns Garpta!
Beijãoo

Ana Paula Moreto disse...

Nossa, muito,muito,muito lindo mesmo.
Voce escreve muito bem , eu adorei o texto, =D
Muito emocionante.

Victor Faria disse...

Parabéns pelo blog!
Vota na enquete que deixei lá no meu!
Comenta lá também!
http://www.papodeinformatica.blogspot.com

Malu e Eliana disse...

Muito legal o blog!!!